Bangladesh

Ciclone faz mais de 200 mortos mas número de vítimas continua a aumentar


 

Lusa/AO   Internacional   16 de Nov de 2007, 06:58

Mais de 200 pessoas morreram no sul do Bangladesh na sequência do potente ciclone que quinta-feira à noite destruiu milhares de casas e obrigou centenas de milhar de pessoas a fugir, anunciou hoje fonte oficial.
"O número de mortos aumentou para mais de 200 e continuamos a receber informações sobre pessoas mortas", disse Mohammad Ashrafuzzaman, a partir da sala de controlo do exército, no Ministério de Gestão de Catástrofes Naturais.

    O ciclone Sidr, com ventos de 240 quilómetros/hora e chuvas torrenciais, varreu quinta-feira à noite o sul do Bangladesh e chegou ao leste da Índia.

    A maior parte das vítimas foram mortas por quedas de árvores sobre as suas casas, construídas em bambu.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.