Belmiro de Azevedo espera que Justiça seja "rápida" no processo Face Oculta


 

Lusa / AO online   Nacional   16 de Nov de 2009, 10:47

O presidente não executivo da Sonae, Belmiro de Azevedo, disse esta segunda-feira esperar que a Justiça seja "rápida" na condução do processo Face Oculta, escusando-se a comentar os últimos episódios em torno da acção judicial.
Questionado pelos jornalistas no final da sessão de abertura da Semana Global do Empreendedorismo , Belmiro de Azevedo argumentou que pode apenas dizer o que todas as pessoas dizem, ou seja, que a Justiça deve ser rápida.

“A Justiça deve ser rápida para que isto não ocupe o tempo dos jornais e as páginas dos jornais todos os dias e distraia a atenção das pessoas que podiam estar a fazer outras coisas completamente diferentes”, afirmou Belmiro de Azevedo.

Escusando-se a fazer qualquer comentário sobre o processo, Belmiro de Azevedo argumentou não se interessar sobre o assunto.

“Não quero saber daquilo, nem leio. Nem as letras grandes sobre aqueles temas leio, tenho outras coisas mais engraçadas para fazer”, sustentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.