OE2011

Apoio aos funcionários "não custa um cêntimo" ao Estado

Apoio aos funcionários "não custa um cêntimo" ao Estado

 

Lusa/AO online   Regional   3 de Dez de 2010, 15:40

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, assegurou esta sexta-feira que a medida de apoio aos funcionários públicos aprovada pelo parlamento regional “não custa um cêntimo ao Estado ou aos cidadãos de qualquer região do país”.
“Trata-se de uma questão de opções e prioridades”, afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas em Vila Franca do Campo.

Nesse sentido, salientou que as autoridades açorianas “com os recursos que existem, respeitando escrupulosamente a legislação orçamental e das finanças públicas”, decidiram afectar os recursos para o apoio às famílias.

“Os portugueses podem ter a certeza de que o que aqui fazemos não é tirando o dinheiro a ninguém, é utilizando o dinheiro que já está afecto à Região Autónoma dos Açores”, frisou, recordando que também existem subsídios de fixação criados pela administração central para algumas carreiras nos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.