Varzim segue em frente na Taça com golo de Ruiz a eliminar Estoril Praia


 

AO Online/ Lusa   Futebol   20 de Out de 2019, 20:30

O Varzim garantiu este domingo a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, depois de vencer o Estoril Praia, por 1-0, numa partida decidida com um golo de Leonardo Ruiz.

O avançado colombiano, que está na formação poveira por empréstimo do Sporting, marcou aos 70 minutos, de grande penalidade, o tento que desequilibrou um encontro de toada dividida e nem sempre bem jogado.

Os minutos iniciais até fizeram antever uma partida animada, com duas oportunidades junto das balizas, mas não demorou a que o desafio caísse numa toada morna, com ambas equipas, que militam na II Liga, a mostrarem demasiadas cautelas.

Só depois da meia hora regressou alguma emoção ao desafio, com um remate, por cima, do varzinista Minhoca, e, já em cima do intervalo, com Nicolas Careca, a ameaçar o golo do Estoril, com um 'tiro' oportuno, que o guardião poveiro Ismael defendeu com os pés.

Antes, houve um momento de aflição no estádio, após um choque fortuito ente Kady Borges e Pedro Pereira, que deixou o avançado do Estoril Praia estendido no relvado, depois de uma momentânea perda de consciência.

Após alguns minutos a ser assistido pelos médicos das duas equipas, Kady saiu de campo em maca, mas já consciente, sendo estabilizado e conduzido para o Hospital da Póvoa de Varzim, com suspeitas de uma concussão cerebral.

Apesar do revés, a equipa estorilista regressou para o segundo tempo com mais rotação, criando perigo para a baliza do Varzim, num remate de Duarte Valente, ao lado, e em mais duelo entre Nicolas Careca e Ismael, que o guardião da casa voltou a levar a melhor.

Com menos fulgor que no primeiro tempo, o Varzim tentava responder em contra-ataque, e numa das suas investidas, arrancou a grande penalidade que se viria a revelar decisiva, após falta de Lucas Áfrico sobre Lumeka, aos 68.

Chamado à conversão, Leonardo Ruiz bateu de forma exemplar, e colocou os poveiros em vantagem, aos 70 minutos.

Em desvantagem, o Estoril Praia adiantou-se no terreno e instalou-se no meio campo contrário, e apesar se expor aos contra-ataques dos poveiros, com Lumeka, aos 86, a falhar de forma flagrante o 2-0, ainda ameaçou o empate em dois lances de bola parada, nos descontos, mas onde o guarda-redes Ismael mostrou-se preponderante ao segurar a vantagem poveira.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.