Minsk2019

Telma Monteiro soma terceira medalha lusa e a sua 13.ª em Europeus

Telma Monteiro soma terceira medalha lusa e a sua 13.ª em Europeus

 

AO Online/ Lusa   Outras modalidades   22 de Jun de 2019, 22:03

A judoca Telma Monteiro deu este sábado a terceira medalha a Portugal nos II Jogos Europeus, ao bater a holandesa Sanne Verhagen num dos combates do bronze da categoria de -57kg, mantendo o pleno de pódios em Europeus.

Em Minsk, a judoca lusa, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio2016, somou, aos 33 anos, a 13.ª medalha em outras tantas participações na principal competição continental, já que, no judo, os Jogos Europeus valem como campeonato da Europa.

A judoca do Benfica soma cinco medalhas de ouro (2006, 2007, 2009, 2012 e 2015), a última coincidente com a primeira edição dos Jogos Europeus, em Baku, uma de prata (2011) e agora sete de bronze (2004, 2005, 2010, 2013, 2014, 2018 e 2019).

No seu currículo, Telma Monteiro, que bateu Verhagen por ‘waza-ari’, conta ainda cinco medalhas em campeonatos do Mundo, quatro de ouro (2007, 2009, 2010 e 2014) e uma de bronze (2005).

Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia tinham conquistado hoje para Portugal as duas primeiras medalhas nos II Jogos Europeus, uma de prata e outra de bronze, na ginástica acrobática.

Em Baku2015, na estreia dos Jogos Europeus, Portugal amealhou três medalhas de ouro, quatro de prata e três de bronze, pecúlio que lhe valeu o 18.º lugar entre 50 países.

Nestes II Jogos Europeus, que reúnem 4.000 atletas de 50 países em 15 desportos, Portugal compete com 98 elementos em atletismo, badminton, futebol de praia, canoagem, ciclismo (estrada, contrarrelógio e pista), ginástica (artística, trampolins, aeróbica e acrobática), judo, karaté, lutas amadoras, tiro, tiro com arco, tiro com armas de caça e ténis de mesa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.