Suspeita de homicídio no Porto Formoso fica em liberdade mas impedida de sair de São Miguel

Suspeita de homicídio no Porto Formoso fica em liberdade mas impedida de sair de São Miguel

 

Lusa/Ao online   Regional   14 de Out de 2018, 11:12

Uma mulher de 34 anos, suspeita do crime de homicídio de um homem de 54, na quinta-feira no Porto Formoso, na Ribeira Grande, Açores, ficou em liberdade, com impedimento de se ausentar da São Miguel.

Segundo uma nota de imprensa do Tribunal Judicial da Comarca dos Açores, a suspeita foi presente no sábado ao juiz de instrução criminal de Ponta Delgada, tendo-lhe sido aplicada "medida de coação de obrigação de apresentação diária na esquadra da PSP da sua área de residência e de proibição de se ausentar da ilha" de São Miguel.

A decisão é justificada por não se verificar "perigo de a arguida levar outras condutas da mesma natureza e nem de interferir com a recolha de prova pelas autoridades de investigação".

A mesma nota lembra que o crime terá sido cometido em "contexto de recusa de entrega judicialmente regulada de um menor a fim de passar o fim de semana com o progenitor".

A arguida, que acompanhava o progenitor da criança, terá desferido um "golpe com objeto perfurante" num homem de 54 anos que acabou por morrer.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.