Simulador de pensões na função pública estará pronto no início do ano

Simulador de pensões na função pública estará pronto no início do ano

 

Lusa/AO Online   Nacional   13 de Dez de 2018, 17:54

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, afirmou que o novo simulador de pensões para os funcionários públicos que recebem pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) estará disponível no início de 2019.

“Estamos a finalizar” o simulador de pensões da CGA, disse Vieira da Silva, questionado à margem da cerimónia de lançamento da nova aplicação móvel da Segurança Social Direta, no Instituto de Informática, em Oeiras.

Destacando que o simulador de pensões da Segurança Social, lançado em maio, já conta com 2,5 milhões de utilizações, o ministro explicou que o sistema da CGA, que estava previsto para o final deste ano, é mais complexo e exigente, embora em causa esteja um número mais pequeno de pensionistas e empregadores.

“No início do ano devemos cumprir com pouca margem de erro aquilo que assumimos”, defendeu Vieira da Silva.

Durante a sua intervenção na cerimónia, o governante sublinhou que dois dos objetivos principais da modernização da Segurança Social são a confiança e a transparência do sistema, destacando alguns resultados das novas ferramentas ‘online’.

Os dados sobre as declarações de remuneração eletrónicas são “extremamente impressionantes”, considerou o ministro, referindo que com o novo instrumento “quase quatro milhões de erros deixaram de ser introduzidos no sistema".

Segundo adiantou, a declaração de remunerações é “a ferramenta que liga o primeiro dia da contribuição ao último mês de uma pensão a 50, 60 ou mais anos de distância”.

“Esta é uma mudança que tem uma particular importância para o sistema de Segurança Social porque ajuda (…) a atingir o objetivo fundamental de garantir que o objetivo de receitas chega com a frequência e com a intensidade necessária para a estabilidade”, acrescentou o ministro.

A Segurança Social tem uma nova aplicação móvel que permite aos cidadãos e empresas acederem a vários serviços, como consultar o valor e a data de pagamento de várias prestações sociais, como os subsídios de desemprego, de doença ou de maternidade ou o abono de família.

O novo canal de comunicação permite ainda aceder à caixa de mensagens da Segurança Social Direta e sincronizar o calendário de eventos da Segurança Social com a agenda do dispositivo móvel.

Para já, a aplicação apenas está disponível para o sistema Android, passando “nos próximos dias” a estar também para o iOS, segundo o Ministério do Trabalho.

Para utilizar a nova aplicação, é necessário o registo na Segurança Social Direta, que pode ser feito através da funcionalidade “senha na hora”.

A nova aplicação está enquadrada na estratégia “Segurança Social Consigo” e integra o programa Simplex 2018+.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.