Professora São Quadros

Saúde e felicidade através do Yoga

Saúde e felicidade através do Yoga

 

João Rocha   Regional   16 de Dez de 2017, 17:30

A prática de Yoga é meio caminho andado rumo a uma vida mais saudável e feliz. A ideia é defendida por São Quadros professora de Yoga na ilha Terceira, cujas aulas contam com praticantes com idades compreendidas entre 3 e 74 anos.

O Yoga é “remédio santo” para combater o stress?

No corre-corre do dia-a-dia o stress é um grande inimigo para a saúde e a qualidade de vida das pessoas. O stress por si só não é mau, pois leva-nos a sair da zona de conforto.Prejudicial é o tempo e a intensidade de duração a que somos confrontados e a forma como nós reagimos ao stress. Como consequência gera uma série de sintomas físicos, emocionais e psíquicos que alteram o nosso bem-estar e a nossa saúde.

Quais são os grandes benefícios de praticar Yoga?

O Yoga é uma filosofia prática de vida, de origem Indiana, com mais de 5 000 anos. Através da prática do Yoga Antigo (SwáSthya Yôga), o indivíduo aprende a incorporar na sua vida hábitos de vida mais saudáveis que promovam e desenvolvam as suas potencialidades, aumentem a sua autoestima e confiram-lhe a vontade para gerar as mudanças de vida adequadas ao seu bem-estar, com mais energia, bem-estar e determinação para lidar com os desafios e as pressões diárias.

O Yoga, com as suas técnicas, vai ensinar a respirar melhor, a relaxar, a meditar, como trabalhar músculos, articulações, nervos, glândulas endócrinas, órgãos internos, através de técnicas corporais belíssimas, fortes, que respeitam o ritmo biológico do praticante. A prática regular do Yoga aumenta a consciência e produz mais energia para podermos gerir de melhor forma o stress em tempos de crise.

Há técnicas essenciais?

Um exemplo das técnicas que são executadas nas práticas são as respiratórias, os pránáyámas que tem o intuito de expandir a energia vital, o prána no nosso corpo. São considerados uma das ferramentas mais importantes do Yoga, pois através das técnicas respiratórias do Yoga consegue-se atuar melhor na administração emocional e na redução do desgaste, seja este físico ou por uma situação de stress, proporcionando um estado de maior lucidez e descontração. O princípio disso é que assim como a nossa emocional influência a respiração, podemos fazer o caminho inverso e a partir da respiração também influenciar o emocional.

A filosofia do Yoga utiliza um conjunto de técnicas e conceitos que promovem um maior autoconhecimento, bem-estar e saúde. Com a aprendizagem e incorporação de conceitos comportamentais, de atitudes e hábitos de vida que apresentem melhores soluções, o praticante de Yoga, pelo seu exemplo cativa e influencia positivamente aqueles que com ele convivem, contribuindo para a sua transformação positiva e do mundo.

Respirando melhor, tendo uma maior capacidade de descontração, o corpo em melhor forma, sem cansaço, sem tensões acumuladas e posicionando-se melhor, fica mais fácil a concentração e o desenvolvimento da intuição. Como consequência aumenta, a consciência, a autoestima, a energia, a vitalidade, o vigor e desse modo fica mais simples de gerir o stress e as mudanças que somos confrontados.

Evoluir em termos de Yoga requer dedicação e autoconhecimento?

Numa situação de grande stress, o indivíduo que pratique o Yoga Antigo (SwáSthya Yôga) passa a desenvolver uma perspetiva mais ampla e a ter a capacidade de se adaptar ao momento, encontrando ângulos de oportunidade, em vez de dificuldade, porque aprende a ter uma maior consciência das suas capacidades e limitações e de como se aprimorar para se superar e contornar as dificuldades com que se confronte.

Contudo, é preciso relembrar que não existem soluções fáceis. Tudo é fruto do nosso trabalho e do esforço sobre nós próprios para nos superarmos de modo a conquistarmos níveis de excelência e satisfação pessoais para conquistar maior bem-estar, melhor qualidade de vida e plena felicidade.







Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.