"Respostas sociais permitem às mulheres conciliar a vida profissional com a vida familiar"

"Respostas sociais permitem às mulheres conciliar a vida profissional com a vida familiar"

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   8 de Mar de 2019, 12:24

A secretária regional da Solidariedade Social destacou, esta sexta-feira, em Angra do Heroísmo, o papel das instituições de solidariedade social e das respostas que disponibilizam para que as mulheres consigam conciliar a sua vida profissional com a vida familiar.

“Tendo em conta que as mulheres devem beneficiar dos mesmos direitos que os homens, especialmente nas oportunidades no trabalho e na carreira profissional, existem diversas respostas sociais que permitem à mulher cuidadora de hoje em dia poder usufruir desses integrais direitos”, afirmou Andreia Cardoso, citada em nota do executivo.



A secretária regional, que visitou a Casa do Povo de Porto Judeu, homenageou, de forma simbólica, as mulheres cuidadoras que usufruem das diversas valências desta instituição para conseguirem exercer o seu papel de mães, cuidadoras e trabalhadoras com plenos direitos.



“As creches e jardins de infância, os centros de atividades de tempo livres, assim como os centros de dia e centros de convívio, são alguns exemplos de respostas sociais que permitem às cuidadoras de hoje em dia conciliar a vida profissional com a familiar”, frisou.



“Neste Dia Internacional da Mulher, é preciso reforçar a importância da igualdade de género e o papel relevante que as mulheres assumem na sociedade, não só como mães e cuidadoras, mas também como seres que gozam das mesmas oportunidades, rendimentos, direitos e obrigações em todas as áreas”, defendeu Andreia Cardoso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.