Presidente sul-coreano alerta ministros para alteração brusca em Pyongyang


 

Lusa/AO online   Internacional   11 de Set de 2008, 11:34

O Presidente sul-coreano, Lee Myung-Bak, instruiu os seus ministros para se prepararem para uma brusca alteração que poderá ocorrer na Coreia do Norte, num momento em que o "número um" Kim Jong-Il se debate com problemas de saúde.
Segundo um responsável sul-coreano, o Presidente Lee reuniu-se quarta-feira com vários ministros para avaliar esta questão.

    "Durante a reunião, foram comunicadas informações ao Presidente Lee, segundo as quais o líder norte-coreano sofreu um acidente vascular cerebral, não se encontrando em estado crítico", referiu o porta-voz de Lee.

    "Foi também transmitido ao Presidente não ter sido constatado qualquer movimento invulgar do exército norte-coreano", adiantou.

    A presidência pediu aos ministros que tudo esteja a postos "para minimizar a confusão, no caso de alterações políticas na Coreia do Norte", ainda segundo o porta-voz.

    Quarta-feira, um responsável sul-coreano afirmou, perante o Parlamento, em Seul, que Kim Jong-Il sofreu um acidente vascular cerebral que impede a sua mobilidade, frisando contudo que o dirigente se encontra em fase de recuperação.

    Kim, 66 anos, está consciente e em "recuperação", disse o deputado sul-coreano Won Hye-Young, relatando informações fornecidas pelo responsável, durante uma reunião realizada à porta fechada.

    De acordo com o mesmo responsável, não existe actualmente qualquer vazio na liderança da Coreia do Norte.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.