Praia da Vitória assinala 38 anos de elevação a cidade com “Agenda para a Educação do Futuro"

Praia da Vitória assinala 38 anos de elevação a cidade com “Agenda para a Educação do Futuro"

 

AO Online   Regional   22 de Jun de 2019, 21:58

O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, apresentou, esta quinta feira à noite, a “Agenda para a Educação do Futuro”, anunciando um conjunto alargado de medidas e investimentos municipais.

No discurso que proferiu na sessão solene comemorativa da passagem do 38.º aniversário da elevação da Praia da Vitória a Cidade, o autarca praiense sublinhou que tem “total e perfeita noção que o tempo do mandato que o Povo nos atribuiu não será suficiente para colher os frutos” de todas as medidas anunciadas, mas, frisou também, ter “a integral e perfeita convicção que este é o rumo certo para as gerações futuras da Praia da Vitória”.

“Nas últimas semanas dedicamos uma parte substancial da nossa agenda às matérias relacionadas com Educação: visitamos todos os estabelecimentos de ensino e valências educativas; desdobramo-nos em contactos com alunos, pais, docentes e não docentes. Neste sentido, passo a apresentar a Agenda para a Educação do Futuro que iremos implementar em todo o Concelho, fruto da proximidade e da participação da comunidade educativa e da reflexão do executivo municipal”, afirmou.

São mais de uma dezena de medidas e investimentos que são assumidos, porque “a Educação, sendo um desafio estratégico é um assunto de crucial importância”. Assim, o edil praiense começou por anunciar a instituição do “Dia Municipal da Educação, com a realização de sessão de atribuição de distinções de mérito a alunos, pais, docentes e não docentes”. Depois assegurou a “revisão dos regulamentos do Conselho Municipal de Educação, Conselho Municipal de Segurança e Conselho Municipal de Juventude, de modo a possuírem verdadeiramente um papel ativo no desenvolvimento de estratégias para a educação de futuro na Praia da Vitória”, bem como “o processo de revisão da Carta Educativa do Concelho da Praia da Vitória” e a revisão do “Regulamento de Bolsas de Estudo, de forma a reforçar os apoios e a responder de forma mais eficaz e célere às necessidades dos alunos do Ensino Superior”.

Noutra frente, Tibério Dinis comprometeu-se a “instalar na Escola da Freguesia de Agualva um Centro de Atividades de Tempos Livres, considerando que se trata da única freguesia com escola do Concelho sem este tipo de valência” (ficando todas as freguesias cobertas pela rede de Centro de Atividades de Tempos Livres, facto que transformará a Praia da Vitória no único Concelho dos Açores com uma cobertura do género a que se associa a Rede Municipal de creches Concessionadas). Ainda ao nível dos investimentos “vai ser iniciada a elaboração de projeto para a ampliação da Escola da Freguesia de Cabo da Praia, de modo a consolidar a tendência de crescimento desta escola, melhorando as suas condições, mas, simultaneamente, permitindo a inclusão do Centro de Atividades de Tempos Livres na própria Escola”, assim como “dotar os parques Infantis Escolares de mais e melhores equipamentos” e “incluir, no Plano e Orçamento Municipal para 2020 um extenso Plano de Investimento na Modernização das Escolas, quer infraestrutural e humanizante, como, pedagógico e tecnológico – isto é, proceder a investimentos nas infraestruturas escolares municipais e dotar as Escolas de melhores meios pedagógicos sejam eles materiais didáticos, mobiliário ou material informático”.

Tibério Dinis disse ainda que vai ser criado “um circuito de transporte citadino de minibus oferecendo, pela primeira vez, uma resposta de transporte escolar na Cidade e na ligação Urbanização Nossa Senhora de Fátima – Escola Básica Integrada da Praia da Vitória, melhorando ainda a mobilidade na cidade e dando, finalmente, uma resposta turística na ligação Aeroporto – Praia da Vitória”. 

O Presidente do Município revelou também que vai “dotar o Centro Local de Aprendizagem da Universidade Aberta de instalações definitivas”, “criar um Centro de Estudos Municipal, totalmente gratuito, para explicações aos anos letivos 10º, 11º e 12º nas disciplinas de português e matemática”, “colaborar com o Governo dos Açores, na instalação do Conservatório Regional na Escola Básica e Integrada da Praia da Vitória, permitindo uma resposta do Ensino Artístico aos alunos do Concelho da Praia da Vitória” e “criar o evento ‘Educação do Futuro’, uma mostra de Boas Práticas Educativas implementadas no Concelho da Praia da Vitória.

Na sessão solene da elevação da Praia da Vitória a Cidade, depois de saudar “os praienses que aqui nasceram e aqui cresceram, os praienses de coração que aqui aportaram e decidiram aqui estender raízes e os praienses que daqui partiram, na proa da saudade, na busca constante de dias melhores”, Tibério Dinis deixou ainda uma palavra “muito especial às entidades e personalidades homenageadas” com as distinções de insígnias e medalhas municipais.

Foram três entidades e duas individualidades que, na ótica do Autarca, “são símbolos que espelham o eterno agradecimento dos praienses às entidades e às personalidades que ofereceram o seu melhor a esta terra e a estas gentes”, agradecendo “às coletividades distinguidas pelos seus vinte e cinco anos de atividade: Ao Centro Social de Santa Bárbara da Fonte do Bastardo, pelo trabalho desenvolvido em prol da comunidade sénior da Freguesia de Fonte do Bastardo; À Paróquia de Santa Margarida do Porto Martins, pela união de toda uma comunidade e por ter sido a semente germinada da Freguesia do Porto Martins; À Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos, pela perseverante defesa da cultura do vinho e da vinha”.

No campo das personalidades, Tibério Dinis destacou a singularidade das homenagens, uma vez que “a Praia da Vitória irá distinguir duas personalidades que adotaram esta terra como sua, sendo verdadeiros praienses de coração”: Padre Abílio de Morais e o Brigadeiro-General Eduardo Faria.

Relativamente ao primeiro, o Presidente da Câmara referiu que “abraçou a herança do padre Alfredo Lucas, foi o grande impulsionador da dimensão associativa de toda a Freguesia de São Brás. Homem, Enfermeiro, Professor, Padre e Pastor, viu recentemente a comunidade da Freguesia de São Brás retribuir-lhe a dedicação, carinho e sacrifício numa singela, mas profunda homenagem, no passado dia 25 de abril. Hoje, o Concelho da Praia da Vitória distingue o Padre Abílio de Morais que fez a diferença na Comunidade de São Brás e na Comunidade da Praia da Vitória”. 

Sobre o segundo homenageado, o autarca frisou que “Brigadeiro-General Eduardo Faria sobrevoou estas ilhas e estes mares nos míticos ‘Pumas’ sempre com a inabalável missão ‘Para Que Outros Vivam’. A relação entre a Praia da Vitória e a Força Aérea Portuguesa é histórica, naturalmente com reflexos distintos ao longo dos tempos, no entanto, são homens e lideres como o Brigadeiro-General Eduardo Faria que permitem criar pontes, gerar consensos e encontrar soluções”. Neste sentido, aliás, Tibério Dinis lembrou que “não é de todo habitual, entidades civis locais, como Câmaras Municipais distinguirem elementos das Forças Armadas”, não obstante o facto de “não ser inédito a Câmara Municipal da Praia da Vitória distinguir uma patente da Força Aérea Portuguesa”, passando, este ano, “precisamente 75 anos, da homenagem desta Câmara Municipal a um distinto português, à época com a patente de Major e antes de se ter notabilizado na luta pela democracia, falo naturalmente do General sem Medo, o General Humberto Delgado”.

Tibério Dinis destacou “o futuro inovador e diferenciador” do projeto Terceira Tech Island, “desenvolvido em parceria com o Governo dos Açores, que já permitiu a criação de cerca de cem postos de trabalho e a instalação de dez empresas no Centro Histórico da Praia da Vitória”.

Depois registou “a sustentabilidade financeira do Grupo Municipal, fruto da rigorosa gestão das contas públicas municipais” que permitiu, este mês, “a suspensão do Plano de Ajustamento Financeiro” que permitirá “libertar ainda mais meios para continuarmos a investir no Concelho, na sua Cidade, na sua Vila e nas suas Freguesias, mas, especialmente, continuar a investir nas famílias, nas pessoas, nos nossos concidadãos, reforçando os projetos junto das crianças, jovens e idosos”.

Referência igualmente para as soluções encontradas “para assuntos que se arrastavam há décadas sem solução”, como “as imensas zonas habitacionais ilegais, das quais a mais conhecida é o denominado Bairro Americano de Santa Rita”, frisando aqui o trabalho, “em especial, com o Governo da República, que creio, não há memória de Governo tão próximo da Praia da Vitória, com as sucessivas visitas de Ministros e Secretários de Estado trazendo soluções para problemas que antes eram tidos como inultrapassáveis”.

Nota final, para o facto de a Praia da Vitória ter recebido o Prémio Município do Ano em 2018 com um projeto de sustentabilidade ambiental e recuperação dos Pauis da Praia da Vitória que, disse, “foi e é motivo de enorme orgulho, honra e responsabilidade”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.