Assembleia Legistativa regional

PPM quer suspensão da avaliação dos professores

PPM quer suspensão da avaliação dos professores

 

Olímpia Granada   Regional   26 de Out de 2009, 10:58

No mesmo dia em que o novo elenco governativo de José Sócrates toma posse, sem maioria absoluta e com uma nova titular para a Educação, o deputado regional Paulo Estêvão apresenta uma iniciatica parlamentar para suspensão da avaliação docente na Região

Em conferência de imprensa esta segunda-feira de manhã, véspera do início de mais uma sessão plenária na cidade da Horta, Faial, o parlamentar monárquico disse aos jornalistas que não tem dúvidas de que o modelo vai ser alterado. "Até podem não votar este (de iniciativa do PPM) mas votarão um outro muito semelhantes", disse.

Para Paulo Estêvão, o novo quadro parlamentar na Assembleia da República vai ditar o fim do actual modelo de valiação de desempenho dos professores. Até porque, acrescentou, já existem propostas anunciadas por parte de mais do que um dos grupos parlamentares com assento no Parlamento nacional, em que o PS perdeu a maioria.

"O nosso modelo (nos Açores) partilha, com o modelo nacional, todos os desajustamentos que agora se reconhecem, de forma maioritária, na Assembleia da República", considerou. Assim, questiona o deputado monárquico, "faz sentido manter na Região um modelo de avaliação que vai deixar de existir no continente e nem existe na Madeira?".

Tendo em conta o calendário parlamentar, o PPM conta que esta iniciativa - um Projecto Legislativo Regional para suspensão do modelo de avaliação do desempenho dos docentes na Região - seja votada no plenário de Janeiro próximo, pelo Paulo Estêvão considera que, até lá, há tempo para uma análise e debate sérios.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.