Açoriano Oriental
'Pote de ouro' vale mais uma vitória ao Sporting, Díaz 'safa' FC Porto

O Sporting sentiu este sábado grandes dificuldades para vencer o Moreirense (2-1), na oitava jornada da I Liga de futebol, mas quando se tem um ‘Pote de ouro’ no plantel fica menos difícil chegar à vitória.

'Pote de ouro' vale mais uma vitória ao Sporting, Díaz 'safa' FC Porto

Autor: AO Online/ Lusa

Com efeito, um autogolo do central Neto logo aos três minutos, na sequência de uma jogada bem ‘desenhada' pelo ataque da equipa de Moreira de Cónegos, deixou logo antever muitas dificuldades para os ‘leões' darem a volta ao resultado.

No entanto, cinco minutos depois, o Sporting chegou ao empate numa recuperação de bola a meio-campo, com os dois Nunos, Mendes e Santos, a combinarem na ala esquerda, com o último a executar um cruzamento tenso e bem medido para a entrada de Pedro Gonçalves, de alcunha Pote, na área.

O médio ‘leonino’ foi um pouco feliz ao ver a bola intercetada por um defesa adversário bater-lhes nas pernas e entrar na baliza do guarda-redes Mateus Pasinato, que lhe tinha saído aos pés, mas acabou por não segurar a bola, o que não desvaloriza o mérito da jogada coletiva e a apetência de Pedro Gonçalves pelo golo.

Tanta apetência que lidera a lista de melhores marcadores do campeonato com nove golos, mais três do que o suíço Haris Seferovic, do Benfica, e o brasileiro Thiago Santana, do Santa Clara, ambos com seis.

A verdade é que o Sporting, não obstante ter empatado pouco depois, sentiu sempre grandes dificuldades para superar a boa organização defensiva do Moreirense, que nunca se limitou a defender e foi uma equipa competente, capaz de estender o jogo até à área ‘leonina’ e criar lances de perigo.

Valeu ao Sporting a inspiração, a capacidade de remate e o ‘apetite' pela baliza e pelo golo de Pedro Gonçalves para resolver um problema ‘bicudo’ chamado Moreirense, graças a um bom remate de fora da área, aos 75 minutos, ainda que com alguma ‘colaboração' de Pasinato, que podia e devia ter feito mais para evitar o golo.

No outro jogo de hoje, o FC Porto venceu o Santa Clara por 1-0, nos Açores, graças a um grande golo em ‘cima’ do intervalo do internacional colombiano Luís Diaz, um verdadeiro ‘relâmpago’ no forte temporal que se fez sentir em Ponta Delgada.

Num embate em que escassearam as oportunidades, o tento conseguido por Díaz, aos 45+1 minutos, que fez claramente a diferença no jogo, permitiu à equipa de Sérgio Conceição subir provisoriamente ao segundo lugar, com 16 pontos, mais um do que Sporting de Braga e Benfica.

Com esse momento de inspiração, Luis Díaz desbloqueou literalmente um jogo disputado sob chuva persistente e vento forte, com escassas oportunidades de golos para os dois lados e que estava a ser difícil para o FC Porto, sendo ainda de destacar a execução do lance, um pontapé de bicicleta espetacular, após um cruzamento de Manafá do flanco direito.

O Sporting mantém, assim, a liderança, isolado, com 22 pontos, seguido do FC Porto, com 16, do Sporting de Braga, com 15 e menos um jogo (recebe no domingo o Farense), tal como o Benfica, que se desloca ao ‘caldeirão' dos Barreiros, para defrontar o Marítimo, na segunda-feira.


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.