Tráfico de mulheres

Portuguesa, brasileira e espanhol detidos em Vigo


 

Lusa / AO online   Nacional   5 de Nov de 2007, 16:45

A Polícia Nacional de Vigo (PNV) anunciou a detenção, naquela cidade espanhola, de três pessoas, entre as quais uma mulher portuguesa, suspeitas de pertencerem a um grupo organizado dedicado ao tráfico ilegal de seres humanos.
Em comunicado, a PNV especificou que as investigações àquela rede duravam há quase um ano, após ter sido detectada na cidade a presença de mulheres brasileiras, que alegadamente se dedicavam à prostituição, algumas das quais teriam viajado para Vigo expressamente para esse fim, enquanto outras teriam sido enganadas com falsas promessas de trabalho.

Os detidos são um homem de Vigo, 40 anos, alegado cabecilha da rede e que ficava com grande parte do dinheiro ganho pelas mulheres brasileiras, uma mulher portuguesa de 27 anos e uma brasileira de 38.

As investigações policiais permitiram concluir que “algumas das mulheres exerciam a prostituição obrigadas", num apartamento da Gran Via, na cidade de Vigo, e que “eram intimidadas para não divulgarem a sua situação aos clientes e para exercerem todo o tipo de serviços sexuais”.

A policia apreendeu, no referido apartamento, vária documentação entre a qual alegados "contratos de exploração sexual".
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.