China

Pequim nega existência de prisões secretas


 

Lusa / AO online   Internacional   12 de Nov de 2009, 11:03

O Governo da China negou esta quinta-feira a existência de prisões secretas no país, denunciada pela organização Human Rights Watch (HRW).
"Posso assegurar-vos que não há prisões secretas na China", afirmou aos jornalistas em Pequim o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Qin Gang.

"Se as pessoas não estão satisfeitas com o trabalho do Governo, podem denunciar injustiças pelos canais legais e as autoridades competentes tratarão estes casos segundo a lei a fim de proteger os direitos e os interesses do povo", acrescentou.

Num relatório divulgado em Nova Iorque, a organização de defesa dos direitos humanos HRW acusou o Governo chinês de gerir uma rede de prisões secretas onde mantém um grande número de prisioneiros incomunicáveis e em condições desumanas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.