Açoriano Oriental
Covid-19
Novo recorde de casos em Portugal com 2.101 infeções nas últimas 24 horas

Portugal regista esta quinta-feira 2.101 novos casos de infeção com o novo coronavirus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia de covid-19, e onze mortos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Novo recorde de casos em Portugal com 2.101 infeções nas últimas 24 horas

Autor: Lusa/AO Online

É o segundo dia consecutivo que Portugal tem mais de dois mil novos casos, após os 2.072 registados na quarta-feira.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.128 mortes e 93.294 casos de infeção, estando ativos 36.085 casos, mais 1.502 do que na quarta-feira.

A DGS indica também que, das 11 mortes registadas, sete ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Norte e outras duas na região Centro.

Relativamente aos internamentos hospitalares, nas últimas 24 horas há mais 36 pessoas internadas, totalizando 993, das quais 139 em cuidados intensivos (mais quatro do que na quarta-feira).

As autoridades de saúde têm em vigilância 51.601 contactos, mais 1.057 do que na quarta-feira.

Nas últimas 24 horas houve 588 doentes recuperados, totalizando 55.081 desde o início da pandemia.

A região Norte foi onde nas últimas 24 horas se registaram mais novas infeções, com 1.146 casos, totalizando 35.807 e 934 mortos.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 733 novos casos de infeção, contabilizando-se desde o início da pandemia 45.521 casos e 857 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 163 casos, contabilizando-se 7.511 infeções e 275 mortos.

No Alentejo foram registados mais 40 novos casos de covid-19, para um total de 1.764, com um total de 26 mortos desde o início da pandemia.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 13 novos casos de infeção, somando 2.080 casos e 21 mortos.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.