China

Nove uigures executados por envolvimento em tumultos em Xinjiang


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Nov de 2009, 11:55

Nove uigures foram executados pelo seu envolvimento nos tumultos étnicos de Julho em Urumqi, capital de Xinjiang, que causaram quase 200 mortos, segundo a agência de notícias Xinhua (Nova China).

As execuções foram realizadas depois de as sentenças de morte terem sido validadas pelo Supremo Tribunal Popular da China, conforme requerido por lei.

Doze pessoas foram condenadas pelo envolvimento nos tumultos.

Em três casos, a condenação à pena de morte ficará suspensa por dois anos, o que costuma ser depois convertido em prisão perpétua.

Território com 21 milhões de habitantes, rico em petróleo e gás natural, Xinjiang confina com o Afeganistão, Paquistão e várias ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central.

Os tumultos do passado dia 05 de Julho, atribuídos pelo Governo chinês a uma organização separatista uigure sediada nos Estados Unidos, causaram 197 mortos, mais de dois terços dos quais han, e cerca de 1700 feridos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.