Colômbia

Narcotraficantes "lavaram" 877,87 ME, menos 500ME do que em 2000


 

Lusa/AO Online   Internacional   22 de Nov de 2011, 06:40

 O Governo colombiano revelou que os narcotraficantes "lavaram" este ano 1.183,86 milhões de dólares (877,85 milhões de euros), menos 672,77 milhões (498,87 milhões de euros) do que em 2000.

Os dados sobre a lavagem de dinheiro foram revelados pelo vice-ministro da Politica Criminal e Justiça, Jorge Fernando Perdomo, num seminário internacional dedicado à lavagem de dinheiro.

O seminário é organizado pelo Governo colombiano e decorre até quinta-feira reunindo autoridades judiciais e peritos de vários países como a Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá ou República Dominicana, além do país anfitrião.

Jorge Fernando Perdomo explicou também que a Colômbia está a proceder a melhorias no seu organismo regulador para combater o branqueamento de capitais.

Tais melhorias incluem a regulamentação da atividade comercial de compra e venda de divisas e cheques de viagem, a criação de um grupo especial de polícia judicial e investigação, o reforço de ações de apreensão e da cooperação internacional, com mecanismos como a extradição.

O Governo trabalha com esse objetivo com o apoio do gabinete das Nações Unidas contra a droga e o crime, acrescentou.

O seminário é parte de um programa de cooperação do projeto "Mesoamérica", criado em julho de 2009 e que se centra em áreas estratégicas para aquela região do mundo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.