Educação

Menos jovens fora da escola

Menos jovens fora da escola

 

Luís Pedro Silva   Regional   10 de Out de 2008, 10:54

O número de crianças e jovens com idades entre os três e os 19 anos fora da rede escolar dos Açores decresceu, entre 1998 e 2007, de 10123 para 5888.
Segundo dados de um relatório da Direcção Regional da Educação, no final do decénio em referência, a taxa de escolarização atingiu, na Região, o pleno na faixa etária dos seis aos 14 anos, anuncia um comunicado distribuido aos órgãos de comunicação social pelo Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS).
Em termos gerais, verifica-se que, entre o ano escolar 1997/1998 e o de 2006/2007, ocorreu uma evolução geralmente positiva em matéria de escolarização, com destaque para as idades compreendidas entre os três e cinco anos e dos 15 aos 17, sublinha o estudo da Direcção Regional da Educação.
Ao nível do sucesso escolar, a Direcção Regional da Educação assinala, também, uma evolução globalmente positiva no decénio, embora reconheça que, a partir do 2º ciclo do ensino básico, o ritmo de crescimento da taxa de transição/conclusão é mais lento.
Apesar disso, nota-se que no ensino secundário o ritmo de crescimento dessa taxa acelerou consideravelmente, verificando-se melhorias que variam entre 4,3 por cento para o 11º ano de escolaridade (de 77 para 80,3 por cento) e de 35,7 por cento para o 12º (de 50,5 para 68,5 por cento).
O estudo serve de diagnóstico das escolas da Região.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.