Marques Mendes quer Portugal como "bom exemplo"


 

Lusa/AOonline   Nacional   22 de Set de 2007, 21:20

O candidato à liderança do PSD Marques Mendes disse hoje em Braga que, com o PSD, "Portugal voltará a ser apontado como exemplo de sucesso e não de falhanço na Europa" em 2009.
Se Portugal foi, durante uma década, entre 1985 e 1995, apontado como um bom exemplo, não pode ser agora um exemplo de fracasso", declarou.

Luís Marques Mendes falava num hotel de Braga para um encontro organizado pela JSD, e na qual participaram várias dezenas de militantes.

Para o actual líder do PSD, "a situação económica e social, as desigualdades, o desemprego elevado não podem ser fatalidades".

"Durante uma década, Portugal recebia menos dinheiro da União Europeia, mas tinha pouco desemprego e uma taxa de crescimento muito boa. O problema está na arrogância e na incompetência deste Governo e deste primeiro-ministro", lamentou.

O líder "laranja" manifestou-se determinado em conduzir o partido à vitória nas eleições legislativas: "Estou a fazer aquilo que acredito. O PSD é o melhor partido português. E temos de ir buscar o ADN do PSD que é a sua ambição. Estou neste combate para ganhar e para governar Portugal".

Sem nunca falar de Luís Filipe Meneses, seu adversário nas eleições internas, Mendes pediu união aos social-democratas e projectos concretos para dar "uma nova esperança e novo rumo ao país".

Apoiado por dirigentes locais e deputados, como Ricardo Rio e Fernando Pereira, Marques Mendes classificou de "crime" o fecho da maternidade de Barcelos e acusou o Governo de estar transformado numa "agência de propaganda e distribuição de computadores, para disfarçar os maus resultados".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.