Política

Jerónimo apela ao PS para "deixar de ser teimoso" em relação ao Estatuto


 

Lusa/AO   Regional   13 de Nov de 2008, 08:53

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, apelou hoje ao PS para “deixar de ser teimoso” e aprovar o Estatuto Político-Administrativo dos Açores com alterações para evitar bloqueios.
“O PS devia deixar de ser teimoso e aprovar o Estatuto dos Açores com duas alterações”, afirmou Jerónimo de Sousa aos jornalistas, comentando o cenário, admitido pelo PS, de deixar cair o diploma.

    Para o secretário-geral comunista, “está a fazer-se uma guerra” em que duvida que alguém ganhe - “nem o Presidente, nem o Governo e principalmente os Açores e os açorianos”.

    O porta-voz do PS, Vitalino Canas, afirmou quarta-feira, no final de uma reunião do Secretariado Nacional do partido, que os socialistas têm em aberto três possibilidades sobre o futuro do Estatuto dos Açores: deixar cair o diploma, confirmá-lo tal como está ou alterá-lo.

    Hoje, Jerónimo de Sousa advertiu que o Estatuto “no essencial é bom” e lembrou que se o PS insistir na confirmação do diploma o Presidente tem a hipótese de pedir a fiscalização sucessiva dos dois artigos polémicos e que “se arriscam a ser considerados inconstitucionais”.

    “Situações de bloqueio não ajudam”, advertiu.

    Na quarta-feira, o porta-voz do PS afirmou que, em relação ao Estatuto Político Administrativo dos Açores, alvo de um veto político por parte do Presidente da República, Cavaco Silva, os socialistas estão a equacionar três hipóteses.

    “Existem três hipóteses, todas elas estão em aberto e todas elas são opção: deixar cair o Estatuto Político Administrativo dos Açores; mantê-lo tal como está; ou introduzir alterações. O PS ainda não excluiu nenhuma dessas três hipóteses”, frisou o dirigente socialista.

    Confrontado com a possibilidade do PS deixar cair o Estatuto dos Açores, abandonando-o, Vitalino Canas respondeu: “Talvez se possa dizer que, obviamente, há duas possibilidades que estão a ser ponderadas com mais profundidade, que é a confirmação do diploma ou a sua alteração”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.