Açoriano Oriental
Incubadora espacial portuguesa abre nova fase de candidaturas para ‘startups’

O Centro de Incubação de Negócios da Agência Espacial Europeia (ESA BIC) em Portugal lançou uma nova fase de candidaturas para apoiar 'startups' com projetos que utilizem tecnologias e dados da indústria do espaço.

Incubadora espacial portuguesa abre nova fase de candidaturas para ‘startups’

Autor: Lusa/AO Online

O ESA BIC, coordenado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), em Coimbra, permite às 'startups' desenvolverem os seus projetos numa rede de 15 incubadoras em todo o território nacional, anunciou a instituição, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

As empresas selecionadas contam com uma ajuda financeira de 50 mil euros cada e apoio técnico e empresarial para desenvolverem os seus negócios, estando as candidaturas abertas até 14 de setembro (em https://space.ipn.pt.), acrescentou.

Na primeira fase de candidaturas de 2020, que terminou em junho, foram selecionadas quatro 'startups' que já estão a desenvolver projetos nas áreas de energias renováveis, materiais e revestimento para o espaço, economia do mar e desporto, referiu o IPN.

O ESAC BIC, com uma rede de incubadoras em todo o território nacional incluindo Açores e Madeira, presta apoio a empresas que procuram utilizar a tecnologia espacial para aplicações na Terra, mas também para projetos que pretendem entrar no setor comercial do espaço.

Nos últimos cinco anos, o ESA BIC incubou 30 empresas em Portugal, criou mais de 100 novos postos de trabalho e gerou um volume de negócios de cerca de cinco milhões de euros, salientou a organização.

O ESA BIC em Portugal é um dos 25 projetos finalistas candidatos aos prémios RegioStars da Comissão Europeia.

O programa espera chegar a 2024 com um total de mil postos de trabalho criados em Portugal.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.