Açoriano Oriental
Governo Regional regulamenta atribuição de 'caldeirada' na pesca
O Governo dos Açores regulamentou a atribuição de pescado destinado à alimentação dos armadores e pescadores, vulgarmente designada por 'caldeirada', através de uma portaria publicada sexta-feira em Jornal Oficial.
article.title

Foto: RICARDO FREITAS/LUSA
Autor: AO/Lusa

 

A portaria define os limites e as regras para a atribuição do pescado pelo armador ao pescador a título de 'caldeirada'.

Segundo o documento, a quantidade máxima que pode ser atribuída por maré a cada membro da companha é de dez quilos de pescado, acrescidos de um exemplar com peso acima de dez quilos.

Todo o peixe da 'caldeirada' tem de ser pesado em lota aquando da descarga da embarcação.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.