Governo dos Açores congratula-se com nova PAC

Governo dos Açores congratula-se com nova PAC

 

Lusa/AO Online   Regional   20 de Nov de 2013, 17:53

O Governo dos Açores congratulou-se hoje com o resultado da reforma da Política Agrícola Comum, que mantém o mesmo envelope financeiro para a região, e por se "manter aberto" o dossier do impacto do fim das quotas leiteiras.

Segundo o secretário regional dos Recursos Naturais, Luís Neto Viveiros, o executivo açoriano faz um “balanço global positivo" da reforma da Política Agrícola Comum (PAC).

Citado numa nota do gabinete de imprensa do Governo dos Açores, Neto Viveiros diz que a PAC “é positiva porque garante para a região um envelope financeiro idêntico” igual do quadro comunitário de apoio que termina no final deste ano, “num enquadramento global europeu de recessão orçamental”.

Este resultado é o reconhecimento das especificidades da região e de "que, de facto, as verbas foram bem utilizadas" no arquipélago, defendeu.

A reforma da PAC responde ainda a duas reivindicações dos Açores, destacou, referindo que se confirma o “reforço do prémio à primeira instalação dos jovens agricultores e, em particular, a comparticipação dos seguros agrícolas”.

Quanto ao impacto do fim das quotas leiteiras, previsto para 2015, Luís Neto Viveiros considerou positiva “a referência do comissário europeu da Agricultura na sessão plenária do Parlamento em Estrasburgo”, mantendo o “dossier em aberto”, num “reconhecimento de que, em algumas regiões da Europa, incluindo os Açores, a produção de leite é decisiva para a economia”.

O Parlamento Europeu aprovou hoje a reforma da PAC com novas regras para o período 2014-2020 e que garante um pacote financeiro de cerca de oito mil milhões de euros a Portugal.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.