Açoriano Oriental
Governo "disponível" para reunir com Liga de futebol na próxima semana

O Governo, “através das áreas governativas da Administração Interna e do Desporto”, está “disponível” para reunir com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na próxima semana, disse este sábado à Lusa fonte ministerial.

article.title

Foto: LUSA Jose Sena Goulao
Autor: AO Online/ Lusa

Fonte do Ministério da Administração Interna (MAI) explicou à Lusa que há disponibilidade para receber a LPFP “na próxima semana”, na sequência dos vários atos de pirotecnia verificados no Sporting-Benfica de sexta-feira, que os ‘encarnados’ venceram POR 2-0, após vários objetos como potes de fumo e tochas terem sido lançados para o relvado.

A mesma fonte adiantou ainda que tanto a data precisa como as horas da reunião terão ainda de ser acertadas entre ambas as partes, conjugando agendas de MAI, do Desporto e da Liga.

Já depois da vitória por 2-0 do líder da I Liga portuguesa de futebol, na 17.ª jornada, o presidente da LPFP, Pedro Proença, pediu uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, além de ter “lamentado profundamente” o sucedido, em comunicado.

“Face aos últimos acontecimentos relacionados com os artefactos de pirotecnia que têm deflagrado nos estádios, com efetivo impacto no decorrer do jogo, e colocando, em muitas situações, em causa a integridade física e a segurança de adeptos de todas as idades, o futebol não vai ficar refém de um conjunto de pessoas que, sem rosto, mancham o nome dos clubes e dos seus fiéis e reais adeptos”, acrescentou a Liga.

Depois de mais este episódio, a Liga “exige que as revistas feitas aos adeptos na entrada para os estádios sejam mais rigorosas e eficazes, de forma a acabar, definitivamente, com a entrada de objetos perigosos e proibidos nos recintos desportivos”.

“Neste desiderato, o presidente da Liga, Pedro Proença, enviou, já no decorrer da presente semana, uma comunicação ao ministro da Administração Interna [Eduardo Cabrita], solicitando, com caráter de urgência, uma reunião para analisar a situação e encontrar medidas eficazes para combater este flagelo”, finaliza o comunicado da LPFP.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.