Açoriano Oriental
Gala do Centenário da Federação Internacional de Vela
 Portugal consagra seis figuras da modalidade na Gala do Centenário da ISAF.

Autor: Lusa/AO
Seis individualidades que se distinguiram na vela foram consagradas em Portugal, na Gala do Centenário da Federação Internacional de Vela (ISAF), que contou com a presença de várias "coroas" europeias, ligadas à modalidade.
No Casino Estoril, entre mais de 600 convivas, dois ingleses, um francês, um dinamarquês, um norte-americano e uma neozelandesa entraram numa espécie de "mausoléu da fama" virtual ("Hall of Fame"), que é aumentado a cada quatro anos.
A velejadora inglesa Ellen MacArthur, recordista em 2005 da circum-navegação solitária (71 dias, 14 horas, 18 minutos e 33 segundos) e a neo-zelandesa Barbara Kendall, que alcançou o "ouro", a "prata" e o "bronze", respectivamente, nos Jogos Olímpicos de Barcelona1992, Atlanta1996 e Sidnei2000, em várias classes de windsurf, foram as atletas distinguidas.
No sector masculino, o dinamarquês Paul Elvstrom, com os seus quatro "ouros" olímpicos consecutivos na classe Finn entre 1948 e 1960, o inglês Robin Knox Johnson, pioneiro da volta ao Mundo a solo (1968) e o francês Eric Tabarly, vencedor de várias regatas de longo curso e vítima mortal de um naufrágio em 1998, ao largo do Mar da Irlanda, foram os velejadores agraciados.
O norte-americano Olin Stephens, construtor de várias embarcações vencedoras da Taça América e fundador da renovada empresa naval Sparkman & Stephens, também mereceu a distinção por parte da ISAF pelo seu contributo em prol da modalidade.
"Portugal está de parabéns, depois de ter acolhido a reunião da Comissão Executiva da ISAF, os Mundiais de 2007 e a Assembleia Geral da ISAF. Acho que não se pode pedir mais", congratulou-se Patrick Monteiro de Barros, empresário, velejador olímpico e "rosto" português da campanha falhada para organizar da Taça América2007, iniciativa para a qual considera terem deixado de "existir condições".
João Lagos, organizador do Estoril Open de ténis, da Volta a Portugal em bicicleta e da partida do rali todo-o-terreno Lisboa-Dakar, também esteve presente, adiantando que a nova competição por si idealizada, a World Sailing League, só avançará em 2010.
Na cerimónia marcaram ainda presença o Rei Constantino da Grécia, presidente honorário da ISAF, o Rei Harald da Noruega, o Príncipe Frederick da Dinamarca e a Princesa Ana do Reino Unido, bem como Duarte Pio, Duque de Bragança, entre outros.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.