Gala do Centenário da Federação Internacional de Vela


 

Lusa/AO   Outras modalidades   6 de Nov de 2007, 11:17

 Portugal consagra seis figuras da modalidade na Gala do Centenário da ISAF.
Seis individualidades que se distinguiram na vela foram consagradas em Portugal, na Gala do Centenário da Federação Internacional de Vela (ISAF), que contou com a presença de várias "coroas" europeias, ligadas à modalidade.
No Casino Estoril, entre mais de 600 convivas, dois ingleses, um francês, um dinamarquês, um norte-americano e uma neozelandesa entraram numa espécie de "mausoléu da fama" virtual ("Hall of Fame"), que é aumentado a cada quatro anos.
A velejadora inglesa Ellen MacArthur, recordista em 2005 da circum-navegação solitária (71 dias, 14 horas, 18 minutos e 33 segundos) e a neo-zelandesa Barbara Kendall, que alcançou o "ouro", a "prata" e o "bronze", respectivamente, nos Jogos Olímpicos de Barcelona1992, Atlanta1996 e Sidnei2000, em várias classes de windsurf, foram as atletas distinguidas.
No sector masculino, o dinamarquês Paul Elvstrom, com os seus quatro "ouros" olímpicos consecutivos na classe Finn entre 1948 e 1960, o inglês Robin Knox Johnson, pioneiro da volta ao Mundo a solo (1968) e o francês Eric Tabarly, vencedor de várias regatas de longo curso e vítima mortal de um naufrágio em 1998, ao largo do Mar da Irlanda, foram os velejadores agraciados.
O norte-americano Olin Stephens, construtor de várias embarcações vencedoras da Taça América e fundador da renovada empresa naval Sparkman & Stephens, também mereceu a distinção por parte da ISAF pelo seu contributo em prol da modalidade.
"Portugal está de parabéns, depois de ter acolhido a reunião da Comissão Executiva da ISAF, os Mundiais de 2007 e a Assembleia Geral da ISAF. Acho que não se pode pedir mais", congratulou-se Patrick Monteiro de Barros, empresário, velejador olímpico e "rosto" português da campanha falhada para organizar da Taça América2007, iniciativa para a qual considera terem deixado de "existir condições".
João Lagos, organizador do Estoril Open de ténis, da Volta a Portugal em bicicleta e da partida do rali todo-o-terreno Lisboa-Dakar, também esteve presente, adiantando que a nova competição por si idealizada, a World Sailing League, só avançará em 2010.
Na cerimónia marcaram ainda presença o Rei Constantino da Grécia, presidente honorário da ISAF, o Rei Harald da Noruega, o Príncipe Frederick da Dinamarca e a Princesa Ana do Reino Unido, bem como Duarte Pio, Duque de Bragança, entre outros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.