Câmbios

Euro ultrapassa fasquia dos 1,50 dólares pelo terceiro dia consecutivo


 

Lusa / AO online   Economia   11 de Nov de 2009, 16:28

O euro seguia esta quarta-feira a valorizar-se face ao dólar, no dia em que ultrapassou, pela terceira sessão consecutiva, a fasquia dos 1,50 dólares.
Às 17:47 de Lisboa, o euro valia 1,4976 dólares, acima dos 1,4956 dólares a que negociava na terça-feira, sensivelmente à mesma hora.

Durante o dia, a cotação do euro variou entre um mínimo de 1,4952 dólares e um máximo de 1,5050 dólares, ultrapassando, pelo terceiro dia consecutivo, a barreira dos 1,50 dólares.

O dólar cedia face ao euro no dia em que o presidente do Banco Mundial (BM), Robert Zoellick, afirmou que um desemprego elevado nos Estados Unidos vai pesar no consumo e ameaça fazer disparar os incumprimentos.

Zoellick advertiu que a taxa de desemprego nos Estados Unidos, que disparou para um máximo de 26 anos em Outubro, estabelecendo-se em 10,2 por cento, deverá manter-se elevada em 2010.

"Vão começar a existir problemas de crédito malparado no consumo, de pessoas que não conseguirão reembolsar o crédito à habitação", disse o presidente do Banco Mundial.

Nos últimos oito meses, o euro valorizou-se 20 por cento, mas ainda está longe do seu recorde face à divisa norte-americana atingido em Abril de 2008, quando tocou os 1,60 dólares.

A queda da divisa norte-americana face ao euro preocupa os europeus, cujas exportações perdem competitividade na hora da retoma.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.