Sociedade

Estudantes provocam danos no Liceu


 

Luís Pedro Silva   Regional   17 de Out de 2008, 21:24

Um grupo de estudantes, alegadamente, provenientes da Escola Secundária das Laranjeiras, invadiram sexta-feira a Escola Secundária Antero de Quental, tendo provocado danos numa mesa de matraquilhos e partiram um vidro numa das portas.
Boanerges Melo, presidente do conselho executivo da Escola Secundária Antero de Quental, explicou ao Açoriano Oriental que um grupo de jovens entrou na escola tendo “provocado estragos numa mesa de jogos, desentendimentos, e retiraram papéis afixados”.
O responsável pela escola não conseguiu identificar o número de pessoas envolvidas nesta situação, mas sublinha que se encontravam centenas de jovens em frente à escola.
Tudo indica que o motivo desta manifestação de alunos está relacionado com a entrada em vigor do novo Estatuto do Aluno, a nível nacional, que aconteceu a18 de Janeiro de 2008, mas apenas agora está a ser criticado por estudantes em Ponta Delgada, segundo explicaram os alunos em “solidariedade” para com os estudantes em Portugal Continental.
O responsável pela escola Antero de Quental considera que há muitos alunos envolvidos nestas acções de protesto que desconhecem as causas das acções de greve.
“Quando me cruzo nos corredores e pergunto se sabem porque fizeram greve, dizem que não sabem porquê. Não sei se existirá algum adulto por detrás destes movimentos de estudantes de várias escolas de ensino secundário da”, sublinhou.
Boanerges Melo considera que os protestos dos estudantes  ocorridos durante esta semana, vão terminar.
 “A  juventude vai perceber a situação e a situação vai acabar após este fim-de-semana. Mas não havia necessidade nenhuma  de acontecer esta situação, porque não houve nenhum debate para esclarecer os alunos”, concluiu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.