Escritor Eric Nepomuceno estreia-se em Portugal em 2018 com livro de contos

Escritor Eric Nepomuceno estreia-se em Portugal em 2018 com livro de contos

 

Lusa/AO online   Cultura e Social   28 de Dez de 2017, 09:15

O escritor brasileiro Eric Nepomuceno estreia-se em Portugal no próximo ano com o livro de contos “Adeus, Bangladesh”, sendo também editado o novo livro da atriz Fernanda Torres.

Eric Nepomuceno, de 9 anos, é também tradutor e jornalista, tendo as suas traduções para português de autores como Julio Cortazár, Gabriel García Marquez e Jorge Luis Borges valido três prémios Jabuti. Deste autor, a Porto Editora (PE) vai publicar o livro de contos “Adeus, Bangladesh”.

No grupo da PE, a Sextante prossegue a publicação de títulos do brasileiro Rubem Fonseca, de 92 anos, distinguido em 2003 com o Prémio Camões, de quem sairá em 2018 “Calibre 22”, um livro de contos no qual recupera a personagem do detetive Mandrake.

A obra foi editada este ano no Brasil e sobre ela escreveu o jornal Folha de S. Paulo: "'Calibre 22' é mais um título ruim de um autor que, nos anos 1960 e 1970, plantou um monumento atrás de outro na planície do conto brasileiro".

Do Brasil chega o mais recente romance da atriz e escritora brasileira Fernanda Torres, intitulado “A glória e o seu cortejo de horrores”, que será editado pela Companhia das Letras.

Segundo a editora portuguesa, este romance é "um retrato marcante da televisão e do teatro brasileiros, escrito por uma das vozes mais surpreendentes da literatura atual".

O livro, adianta a editora, "acompanha as desventuras de Mário Cardoso, um ator de meia-idade, desde os dias de sucesso como astro de telenovela até o total declínio quando decide encenar uma versão de Rei Lear — e as coisas não saem exatamente como esperava".

O livro "atravessa diversas fases da carreira de Mário (e da história recente do Brasil), suas lembranças de juventude no teatro político, a incursão pelo Cinema Novo dos anos 1960, a efervescência hippie do Verão do Desbunde, o encontro com o teatro de Tchékhov, a glória como um dos atores mais famosos de uma época em que a televisão dava as cartas no país".

Fernanda Torres, que protagoniza a série televisiva "Os Normais" estará em Portugal, no final de janeiro, para apresentar o novo romance.

Em março, a Quetzal coloca no mercado uma nova edição de “Barroco Tropical”, de José Eduardo Agualusa, autor nascido há 57 anos no Huambo, em Angola, que se estreou com "A Conjura" (1988), que lhe valeu o Prémio Revelação Sonangol.

O romance "Barroco Tropical" foi editado pela primeira vez em 2010 e resulta de uma residência de dois meses do autor em Amesterdão, na sequência de um convite da fundação holandesa Fonds voor de Letteren.

Entre as suas obras estão "A Feira dos Assombrados" (1992), "Estação das Chuvas" (1996), "Nação Crioula" (1998), e "Sociedade dos Sonhadores Involuntários" (2017), traduzidas para diversas línguas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.