Dirigente de organização não governamental assassinado no Rio de Janeiro


 

Lusa / AO online   Internacional   18 de Out de 2009, 18:20

O coordenador de uma organização não governamental brasileira de apoio a crianças das favelas do Rio de Janeiro foi assassinado hoje no centro da cidade.

De acordo com a polícia brasileira, Evandro João Silva foi alvejado cerca da 01:30 da madrugada, hora local, aparentemente num assalto protagonizado por dois homens armados.

Segundo testemunhas, dois homens armados aproximaram-se da viatura onde estava o dirigente da organização Afroreggae, de 42 anos, alvejaram-no e roubaram-lhe a carteira, o telemóvel e os sapatos.

A organização Afroreggae trabalha com as crianças das favelas através da música e do contacto com instrumentos musicais.

No sábado doze pessoas morreram numa favela no Rio de Janeiro em consequência de um confronto que envolveu grupos rivais de traficantes de droga e a polícia brasileira.

Durante uma operação policial, um helicóptero das autoridades foi alvejado pelos traficantes de droga causando a morte de dois agentes policiais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.