FMI

Crise económica está numa "nova fase perigosa"


 

Lusa/AO online   Economia   15 de Set de 2011, 18:26

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, alertou que a crise económica nas economias avançadas entrou numa “nova fase perigosa” que as lideranças políticas frágeis estão a piorar.
Num discurso em Washington, Lagarde chamou a atenção para o que considerou “um ciclo vicioso” de baixo crescimento económico e finanças públicas frágeis, um ciclo que, acrescentou, os responsáveis políticos estão a tornar pior.

“O crescimento fraco e a a fragilidade dos balanços – dos governos, das instituições financeiras e das famílias – estão a agravar-se mutuamente, alimentando uma crise de confiança que trava a procura, o investimento e a criação de emprego”, afirmou a directora-geral do FMI.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.