Comissão Política Concelhia do PSD das Lajes do Pico, repudia os termos usados por Roberto Silva

Comissão Política Concelhia do PSD das Lajes do Pico, repudia os termos usados por Roberto Silva

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   22 de Ago de 2018, 12:20

A Comissão Política Concelhia do PSD das Lajes do Pico, repudia os termos usados pelo presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico, em relação ao presidente da MiratecArts, Terry Costa e manifesta a "total solidariedade com as palavras e sentimentos tornados públicos por Terry Costa através do comunicado divulgado".

"A resposta homofóbica e vingativa do presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico à solicitação feita por Terry Costa para inclusão de atividades promovidas pela MiratecArts no programa das festas da Semana dos Baleeiros, é demonstrativa de uma forma de fazer política e exercer os cargos de poder que só é perpetrada por quem se julga “o dono da quinta”", refere a Comissão Política dos PSD das Lajes do Pico, em comunicado.


Recorde-se que em causa está uma proposta que a associação MiratecArts, liderada por Terry Costa, apresentou à câmara açoriana e que passava pela oferta de livros a crianças e jovens das Lajes do Pico durante a edição de 2018 da Semana dos Baleeiros.

O autarca, Roberto Silva, terá respondido internamente ao pedido de apoio por email utilizando uma palavra homofóbica, tendo a mensagem chegado a Terry Costa.

O caso remonta a julho, mas só na segunda-feira a associação MiratecArts divulgou um comunicado explicando a situação.


A Comissão Política diz ainda que "a demonstração de ausência de princípios democráticos, de tolerância e de cidadania, que não cabem na sociedade atual, nem devem caber, exigem da parte do Partido Socialista, do seu presidente Vasco Cordeiro uma demonstração cabal: mantém ou não a confiança política neste presidente de câmara e neste executivo camarário? Os vereadores do PS das Lajes do Pico, não se demarcaram da atitude do seu presidente o que sugere uma atuação cúmplice, quer em relação ao tratamento homofóbico, quer em relação à ação vingativa expressa na resposta".

A Comissão Política Concelhia do PSD das Lajes do Pico questiona também qual a posição do "presidente da Assembleia Municipal e dos dirigentes da ilha do Pico do Partido Socialista, perante tamanho atentado à liberdade de orientação sexual e perante uma forma de governança típica das ditaduras ou de regimes feudais. Mantêm a confiança política no executivo da Câmara Municipal das Lajes do Pico liderado por Roberto Silva? Mantêm a confiança política num executivo que trata de forma discriminatória os cidadãos?".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.