BE condena linguagem homofóbica utilizada pelo presidente da Câmara de Lajes do Pico

BE condena linguagem homofóbica utilizada pelo presidente da Câmara de Lajes do Pico

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   21 de Ago de 2018, 17:48

O Bloco de Esquerda, em comunicado, "condena veementemente a linguagem homofóbica utilizada pelo presidente da Câmara das Lajes do Pico, eleito pelo PS, para se referir ao presidente da Associação MiratecArts, noticiada pela comunicação social e publicamente partilhada".

Em causa está uma proposta que a associação MiratecArts, liderada por Terry Costa, apresentou à Câmara das Lajes do Pico e que passava pela oferta de livros a crianças e jovens das Lajes do Pico durante a edição de 2018 da Semana dos Baleeiros.

O autarca, Roberto Silva, terá respondido internamente ao pedido de apoio por email utilizando uma palavra homofóbica, tendo a mensagem chegado a Terry Costa.

Diz o Bloco de Esquerda que "o tipo de linguagem utilizado e o pensamento que lhe está subjacente não tem lugar na nossa sociedade, muito menos em titulares de cargos públicos. Esta atitude é ainda mais incompreensível quando se trata de um eleito pelo PS, partido que tem na sua declaração de princípios a luta contra todas as formas de injustiça e descriminação".

Para além da linguagem homofóbica utilizada, "é percetível e condenável a represália face a uma tomada de posição pública, no ano de 2017, pelo visado", dizem os bloquistas.

Desta forma, o Bloco de Esquerda "expressa a sua solidariedade para com o presidente da Associação MiratecArts, Terry Costa, esperando que a associação a que preside e ele próprio continuem o excelente trabalho em prol da dinamização cultural da ilha do Pico e dos Açores".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.