Açoriano Oriental
Chega/Açores alerta para atrasos no transporte de mercadorias para a ilha das Flores

O Chega/Açores alertou para atrasos no transporte de mercadorias por via marítima para a ilha das Flores, alegando que um produto pode demorar até dois meses a chegar àquela ilha do grupo ocidental.

Chega/Açores alerta para atrasos no transporte de mercadorias para a ilha das Flores

Autor: Lusa/AO Online

“Nenhuma ilha tem sido mais fustigada por sucessivos atrasos nos transportes marítimos do que a ilha das Flores”, afirmou o deputado do Chega à Assembleia Legislativa dos Açores José Paulo Sousa, eleito pelo círculo de compensação, mas residente na ilha das Flores.

Segundo o deputado do Chega têm sido “frequentes” os atrasos no transporte de mercadoria por via marítima para aquela ilha, que têm causado “enormes prejuízos” aos empresários florentinos.

José Paulo Sousa deu como exemplo “os bens perecíveis que, devido ao curto período de validade, muitas vezes obrigam os comerciantes a vendê-los a preços baixos ou a descartá-los por chegarem em condições impróprias para venda”.

O deputado do Chega salientou que um produto pode demorar “até dois meses” para chegar por via marítima à ilha das Flores, alegando que o problema se tem vindo a agravar ao longo dos anos, sem que sejam tomadas medidas para ultrapassar a situação.

“Até agora, não vi qualquer medida eficaz implementada pelos sucessivos governos ou sequer uma demonstração de preocupação para com quem cá vive. Portanto, é hora de darem o próximo passo: deem o exemplo e levem a si mesmos a tribunal para serem julgados pela negligência e falta de igualdade de tratamento que têm para com os florentinos”, frisou.

José Paulo Sousa considerou inadmissível que “em pleno século XXI, uma parte da população açoriana seja tratada com tamanho descaso”.

“É preciso justiça para a ilha das Flores, e isso começa com o próprio Governo reconhecendo e corrigindo os erros cometidos”, apelou.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados