Açoriano Oriental
Catarina Valadão candidata por Uma Ordem dos Arquitetos Presente nos Açores

Os Açores vão passar a ter uma Seção Regional da Ordem dos Arquitetos.

Catarina Valadão candidata por Uma Ordem dos Arquitetos Presente nos Açores

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

Depois de várias décadas em que a Ordem dos Arquitetos esteve organizada em apenas duas seções regionais (Norte e Sul), foi dado, agora, um passo decisivo que culminou num processo de descentralização que originou a criação de mais cinco seções regionais, entre as quais a dos Açores.

Desta forma e de acordo com nota, os arquitetos dos Açores vão poder eleger, no próximo dia 26 de junho, os órgãos da Seção Regional dos Açores.

Como candidata da Lista A pelos Açores, cuja liderança nacional é assumida por Daniel Fortuna do Couto, está a arquiteta Catarina Valadão que concorre a presidente do Conselho Diretivo da Seção Regional dos Açores.

O seu programa pretende valorizar o papel do arquiteto e da arquitetura, promover a criação do Prémio Regional de Arquitetura, criar as Jornadas Regionais da Arquitetura Açoriana, bem como criar o roteiro digital da Arquitetura Açoriana, a par do reforço da aposta nas ações de formação.

A candidatura da Lista A é composta por 19 arquitetos da Região, tendo, para além de Catarina Valadão, Fernando Monteiro como candidato à presidência Conselho de Disciplina Regional, Hélène da Silva como candidata a presidente da Mesa da Assembleia Regional, e Rui Sabino como mandatário da candidatura.

Refira-se que Catarina Valadão é natural de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira e Mestre em arquitetura pela Universidade Lusófona. É investigadora pelo Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX – Universidade de Coimbra e doutoranda do curso de Estudos Contemporâneos da Universidade de Coimbra.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.