Sociedade

Casa onde nasceu Manuel de Arriaga e Museu da Graciosa já têm visitas virtuais

Casa onde nasceu Manuel de Arriaga e Museu da Graciosa já têm visitas virtuais

 

Lusa/AO online   Regional   13 de Out de 2012, 14:36

A Casa Manuel de Arriaga, na Horta (Faial) e o Museu da Graciosa, nos Açores, podem ser visitados a partir de qualquer parte do mundo, através da Internet, um projeto piloto que vai ser alargado progressivamente à rede regional de museus.

Depois do Museu de Angra do Heroísmo, na Terceira, o portal “Cultura Açores”(https://www.culturacores.azores.gov.pt) passou a disponibilizar, desde sexta-feira, visitas virtuais a mais dois Museus dos Açores: Casa Manuel de Arriaga (Museu da Horta) e Museu da Graciosa, anunciou o Governo açoriano. No caso da Horta, a visita virtual permite percorrer a Casa Manuel de Arriaga que foi inaugurada em novembro de 2011, depois da recuperação e reabilitação da casa onde nasceu e viveu, até aos 18 anos, José Manuel de Arriaga Brum da Silveira que viria a ser, em 1911, o primeiro presidente da República Portuguesa. Além de "fixar a memória de Manuel de Arriaga", aquele equipamento cultural "representa os ideais e valores republicanos como um núcleo moderno de reflexão e estímulo à participação cívica", sublinhou a direção regional da Cultura. No Museu da Graciosa, imóvel que foi alvo de uma ampliação inaugurada em dezembro de 2010, o visitante virtual pode percorrer "o testemunho do passado da ilha ligado à produção cerealífera e vitivinícola e conhecer o Barracão dos Botes Baleeiros e o Moinho de Vento". Com este novo conteúdo do Centro de Conhecimento dos Açores, a direção regional da Cultura salientou que "pretende dar a conhecer ao mundo uma parte da riqueza do seu património cultural através da sociedade do conhecimento e da dinâmica cultural que aproxima os povos". Em declarações recentes à Lusa, o diretor regional da Cultura, Jorge Bruno, acrescentou que o projeto pretende "acompanhar uma dinâmica internacional de disponibilizar conteúdos dos museus 'online', para que as pessoas os possam visitar sem sair das suas casas" e poderá também servir como "estímulo" para aumentar as visitas físicas aos museus. Este projeto vai passar também a disponibilizar, até ao final deste mês, visitas virtuais aos três polos do Museu do Pico e Núcleo de Arte Sacra do Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada. Até ao final do ano, o Museu das Flores poderá também ser visitado no portal.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.