Captura de pequenos pelágicos vai ter nova regulamentação nos Açores


 

Ana Carvalho Melo   Regional   25 de Out de 2013, 18:00

O secretário regional dos Recursos Naturais revelou esta sexta-feira que o Executivo está a preparar uma nova regulamentação para a gestão e comercialização nos Açores dos pequenos pelágicos, tendo em vista o escoamento de capturas excedentárias e a valorização do pescado através do circuito de congelação.

“Não faz sentido que os pescadores tragam para terra aquilo que não é passível de venda”, disse Luís Neto Viveiros, em declarações aos jornalistas, em Ponta Delgada, no final de uma reunião com a Cooperativa Porto de Abrigo.

O Secretário Regional defendeu, em acordo com as pretensões manifestadas pelos representantes do setor, “a celebração de contratos de venda direta entre armadores e compradores”, no sentido de acautelar que "tenha venda" tudo aquilo que é pescado.

Luís Neto Viveiros disse ainda que o Governo dos Açores pretende, brevemente, transpor para portaria as regras para a gestão de capturas diárias, “depois de avaliados” todos os contributos dos armadores e dos comerciantes.

O papel do Governo nesta matéria, segundo o Secretário Regional, é o de promover o correto funcionamento do mercado, acautelando uma rentabilidade digna aos pescadores, através da gestão das capturas e do fomento de novas soluções de comercialização que não distorçam o mercado da venda em fresco.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.