Pescas

Bruxelas anuncia acordo de redução de 40% nas capturas de atum-rabilho


 

Lusa / AO online   Economia   16 de Nov de 2009, 10:26

 A Comissão Europeia anunciou esta segunda-feira que a pesca do atum-rabilho vai ser reduzida em 40 por cento, depois de os países membros da organização internacional que gere as capturas da espécie terem chegado a acordo no Recife, Brasil.
A Comissão Europeia, que representou os Estados-membros da UE na sessão plenária anual da Comissão Internacional para a Conservação do Atum do Atlântico (ICCAT, na sigla inglesa), adiantou que, a partir do próximo ano, os totais admissíveis de capturas (TAC) de atum-rabilho serão reduzidos de 220 mil para 13.500 toneladas.

A ICCAT decidiu ainda que a pesca de atum-rabilho no Atlântico será restringida a um mês, de 15 de Maio a 15 de Junho, sem possibilidade de prolongamento por razões meteorológicas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.