Açoriano Oriental
Bolieiro “muito satisfeito” com aprovação do Plano e Orçamento para este ano

O presidente do Governo açoriano (PSD/CDS-PP/PPM), José Manuel Bolieiro, mostrou-se “muito satisfeito” com a aprovação no parlamento do Plano e Orçamento da região para este ano.

Bolieiro “muito satisfeito” com aprovação do Plano e Orçamento para este ano

Autor: Lusa/AO Online

“Eu estou muito satisfeito. E quero dirigir uma palavra a todas as açorianas e açorianos, de que agora o Governo [Regional] tem os instrumentos necessários para fazer o melhor”, afirmou o social-democrata José Manuel Bolieiro.

O Plano e Orçamento dos Açores para 2024 foram aprovados por maioria na Assembleia Regional com 31 votos a favor de PSD, CDS-PP, PPM e Chega, 25 abstenções de PS, IL e PAN e um voto contra do BE.

José Manuel Bolieiro disse, em declarações aos jornalistas, que a aprovação dos documentos salienta a importância de os Açores serem “uma referência” de estabilidade: “a estabilidade através do diálogo, através da concertação”.

“A tentativa de criar instabilidade no Governo [Regional], só cria problemas à economia, à sociedade, às famílias e às empresas. E, assim, eu creio que a missão está cumprida e bem cumprida”, afirmou.

Segundo o líder do executivo açoriano, com a aprovação do Plano e Orçamento, a região acaba com o regime de duodécimo que penaliza a governação, uma vez que não é a mesma coisa que executar “um Plano e Orçamento devidamente aprovado”.

Questionado sobre o voto a favor dos deputados do Chega, Bolieiro explicou que ocorreu porque o partido “adiantou-se com propostas concretas para que fossem aceites” pelo Governo Regional que lidera.

Também referiu que nos documentos foram incluídas “muitas outras propostas”.

O líder do Governo dos Açores salientou ainda que apenas o BE se excluiu e votou contra, “porque está sempre contra tudo e contra todos”.

“Na verdade, os outros partidos acabaram por, através da sua abstenção, quererem ser parte de uma viabilização da governação e da estabilidade”, concluiu.

O Plano e Orçamento dos Açores para 2024, que foram votados em separado na Assembleia Regional Legislativa, na cidade da Horta, na ilha do Faial, após quatro dias de discussão, tiveram a mesma votação final global: 23 votos a favor do PSD, cinco do Chega, dois do CDS-PP e um do PPM, um voto contra do BE e 23 abstenções do PS, uma abstenção do deputado da IL e outra do parlamentar do PAN.

A proposta de Orçamento, que define as linhas estratégicas do executivo de coligação para este ano, contempla um valor de 2.045,5 milhões de euros, semelhante ao apresentado em outubro de 2023 (2.036,7 milhões).

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados