Zapatero assina hoje decreto que marca fim da sua era de governação

Zapatero assina hoje decreto que marca fim da sua era de governação

 

Lusa/AO Online   Internacional   26 de Set de 2011, 07:45

O chefe do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, assina hoje, ao final da manhã, o decreto que marca o fim da sua era de governação e que, depois de publicado oficialmente, dissolverá as Cortes espanholas.

Trata-se de um texto que convoca ainda, oficialmente, as eleições legislativas antecipadas de 20 de novembro, marcando o fim de sete anos de governo do PSOE que, a acreditar nas sondagens, será agora relegado para a oposição.

Zapatero deverá assinar o decreto depois de presidir a uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros, onde será debatido esse decreto-lei formal que, depois de publicado, confirma o arranque da pré-campanha eleitoral.

Depois da assinatura do decreto, Zapatero deverá fazer uma declaração institucional no Palácio da Moncloa, sede do Governo, antes de se deslocar ao Palácio da Zarzuela para comunicar oficialmente ao rei a sua decisão.

A partir daí, e com a publicação do texto no Boletim Oficial de Estado (BOE) na terça-feira, começam os prazos normais do processo eleitoral que culminará com o voto a 20 de novembro e, até finais de dezembro, com a formação do novo Governo.

Esse processo deverá dar tempo suficiente ao Executivo para que aprove o orçamento de Estado para o próximo ano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.