XV Meia Maratona de São Miguel vai para a estrada a 10 de março

XV Meia Maratona de São Miguel vai para a estrada a 10 de março

 

AO Online   Regional   5 de Mar de 2019, 20:07

A Câmara Municipal de Ponta Delgada vai voltar a apoiar em 2019, e pelo 15º ano consecutivo, a realização da Meia Maratona de São Miguel, que une Ponta Delgada à Ribeira Grande e que está marcada para o próxima dia 10 de março.

Trata-se de uma iniciativa do Núcleo Sportinguista da ilha de São Miguel, realizada em colaboração da Associação de Atletismo desta ilha e apoiada também pela Câmara Municipal da Ribeira Grande, por várias Juntas de Freguesia dos dois concelhos e por muitos privados. Este ano, a partida será da Ribeira Grande, às 10h00, terminando, ao final do dia, em Ponta Delgada, nas Portas da Cidade.

Na XV Meia Maratona de São Miguel participarão mais de duas centenas de atletas, 100 dos quais vindos do continente português e nove ligados ao desporto adaptado -sete em cadeiras de roda e três invisuais.

A atleta convidada é Lídia Pereira, vice-campeã da maratona do Porto e campeã nacional de corta mato 2019.

Pedro Furtado, Vereador que tutela a área do Desporto, destacou a importância da prova pela sua dimensão inclusiva, pelo seu pioneirismo, mas também pelo facto da mesma unir as duas principais cidades da ilha de São Miguel e apresentar-se já como um importante cartaz turístico da ilha.

O Vereador do Desporto da Câmara de Ponta Delgada falava, esta segunda-feira, na conferência de imprensa de apresentação da XV Meia Maratona de São Miguel e disse, ainda, que o município está sempre disponível para continuar a apoiar ao Núcleo Sportinguista de São Miguel na realização desta importante prova desportiva. Reconheceu o mérito do Núcleo Sportinguista de São Miguel, na pessoa do seu presidente, Carlos Melo, por esta instituição ter feito do desporto uma forma de inclusão social e de promoção do turismo através do desporto.

Pedro Furtado adiantou que a realização da Meia Maratona não seria possível sem os apoios das câmaras de Ponta Delgada e da Ribeira Grande, referindo que esta prova especial “requer muita atenção e dedicação por parte das autarquias, além de agregar atletas de todas as ilhas e do país e constituir-se como mais uma festa do desporto e da inclusão social, servindo de exemplo para as demais”.

O Vereador do desporto da Câmara da Ribeira Grande também evidenciou a importância da realização da Meia Maratona, por a mesma unir as duas maiores cidades de São Miguel, por promover a inclusão no desporto e até potenciar o turismo nos dois concelhos.

Por seu lado, Carlos Melo, presidente do Núcleo Sportinguista de São Miguel, agradeceu o apoio das duas Câmaras Municipais, mas também das Juntas de Freguesia e de muitos privados, sem os quais não seria possível a realização da Meia Maratona e garantiu por outro lado, que a prova atingiu um nível de qualidade e de exigência que se quer cada vez maior..



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.