Vitória Guimarães pretende fazer exposição à UEFA

 Vitória Guimarães pretende fazer exposição à UEFA

 

Lusa/AO   Futebol   28 de Ago de 2008, 15:42

 Vitória de Guimarães vai fazer uma exposição à UEFA sobre a anulação do golo a Roberto, quarta-feira, ante o Basileia
 Vitória de Guimarães vai fazer uma exposição à UEFA sobre a anulação do golo a Roberto, quarta-feira, ante o Basileia, que daria a passagem do clube minhoto à fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol.
Segundo o presidente do clube, Macedo da Silva, o Vitória de Guimarães "foi muito prejudicado, na Suíça e em Guimarães" e, por isso, vai queixar-se, entendendo que "merecia estar na fase de grupos se não fossem as equipas de arbitragem", disse hoje à Rádio Renascença.
O dirigente vitoriano vai exigir nessa exposição uma penalização ao árbitro, assim como vai "perguntar como é que isto aconteceu numa grande competição como a Liga dos Campeões".
Macedo da Silva entende que não houve premeditação da equipa de arbitragem, nomeadamente do árbitro assistente que anulou o golo a Roberto, aos 87 minutos, por pretenso fora-de-jogo - inexistente -, mas antes uma actuação "infeliz".
O presidente do Vitória revelou ainda que o árbitro holandês Pieter Vink pediu desculpa ao treinador Manuel Cajuda pelo golo mal invalidado, já na sala do aeroporto de Mulhouse, onde a comitiva vimaranense aguardava o voo de regresso a Portugal.
"O árbitro teve a dignidade de vir falar com Cajuda, pedindo-lhe desculpa pelo que se passou ontem (quarta-feira)", disse o presidente vitoriano, acrescentando: "O próprio disse que foi uma vergonha, mas que já não podia fazer nada".
O presidente do clube minhoto assegurou que o clube não vai sofrer consequências a nível financeiro por não encaixar cerca de seis milhões de euros nos seus cofres.
"Fizemos uma equipa com o valor suficiente para não estar à espera dessas verbas. Vamos reformular o projecto que tínhamos, mas estamos aptos para enfrentar o resto da época, sem haver necessidade de vender jogadores. O plantel vai manter-se", afirmou.
Agora, os objectivos do clube viram-se para a Taça UEFA, cujo sorteio tem lugar sexta-feira, e para a liga portuguesa.
"Precisamos de levantar a cabeça a estes jogadores e já estamos a trabalhar nesse sentido para trazermos uma vitória segunda-feira da Madeira [ante o Marítimo]", concluiu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.