Açoriano Oriental
Covid-19
Venezuela anuncia acordo com Rússia para compra de 10 milhões de vacinas

A Venezuela chegou a acordo com a Rússia para comprar 10 milhões de doses de vacinas Sputnik-V, contra a covid-19, anunciou o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Venezuela anuncia acordo com Rússia para compra de 10 milhões de vacinas

Autor: Lusa/AO Online

“Garantimos mais de 10 milhões de vacinas para o primeiro trimestre do próximo ano (...) e também [garantimos] que a Venezuela fabricará a vacina russa nos seus laboratórios”, realçou Nicolás Maduro, durante um evento oficial em Caracas, transmitido pelo canal de televisão governamental.

Segundo Maduro, a delegação do Governo que se deslocou à Rússia, liderada pelo vice-presidente venezuelano, Delcy Rodriguez, teve como principal objetivo “fechar acordos sobre a vacina”.

“Vamos garantir a produção da vacina e garantir o abastecimento a partir de janeiro”, sublinhou Delcy Rodriguez, presente também no evento.

O fundo soberano da Rússia (RDIF) e o instituto de investigação da Gamaleia elogiaram a eficácia da vacina russa Sputnik-V, que está atualmente na terceira fase de ensaios clínicos, em que participam 40 mil voluntários.

E garantiram que a vacina tem uma eficácia de 92%, poucos dias depois do anúncio da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech, com uma eficácia de 90%.

O Governo da Venezuela disse ter contido o aumento de infeções naquele país, que tem 30 milhões de habitantes, e que oficialmente regista 96.933 casos confirmados de covid-19 e 848 mortos, desde março.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.