Água

Vendas de água engarrafada caíram 1,72% desde Janeiro

Vendas de água engarrafada caíram 1,72% desde Janeiro

 

Lusa/AO online   Economia   23 de Dez de 2011, 14:04

Entre Janeiro e Novembro venderam-se cerca de 867 milhões de litros de água engarrafada, menos 1,72 por cento do que no período homólogo, uma tendência que pode acentuar-se em 2012 devido à subida do IVA, indicam dados da indústria.
“Não é uma boa notícia para o sector”, comentou o presidente da Associação dos Industriais de Águas Minerais Naturais e de Nascente (APIAM), Francisco Furtado Mendonça, a propósito da subida da taxa de IVA aplicada a este produto, que vai passar de 6 para 13 por cento.

Só em Novembro, a venda de águas no mercado nacional teve uma variação negativa de mais de 11 por cento (em litros), comparativamente ao mesmo mês do ano anterior.

Já as exportações retomaram uma trajectória positiva e tiveram um crescimento de 54 por cento.

No total do ano, as exportações aumentaram quase 21 por cento, segundo as estatísticas da APIAM.

Questionado sobre o impacto da subida do IVA no preço da água, o presidente das APIAM, afirmou que não é possível saber como se vai reflectir no mercado.

Cada empresa terá a sua abordagem, justificou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.