Lajes

Vasco Cordeiro pede transparência para com açorianos sobre componente ambiental

Vasco Cordeiro pede transparência para com açorianos sobre componente ambiental

 

Lusa/AO Online   Regional   19 de Dez de 2018, 08:43

O presidente do Governo dos Açores disse, na 40.ª reunião da Comissão Bilateral Permanente entre Portugal e os EUA, que é necessário haver "absoluta transparência" nas questões relativas à componente ambiental da Base das Lajes.

"Não basta termos a informação sobre a evolução deste assunto nestas reuniões à porta fechada. As pessoas que vivem nas Lajes, na ilha Terceira e nos Açores têm o direito de conhecer a informação sobre este assunto, sobre a forma como ele está a ser tratado e os resultados que se vão alcançando", referiu Vasco Cordeiro, citado em nota de imprensa.

O governante, que marcou presença no encontro tido em Lisboa, diz que na reunião foi dado a conhecer um relatório técnico da autoria do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) para o Ministério da Defesa Nacional, datado de novembro deste ano, que conclui que mais seis locais nas Lajes "apresentam, atualmente, resultados positivos e que, fruto das medidas já implementadas pela Força Aérea norte-americana, dispensam medidas adicionais de descontaminação".

"Este é um dado positivo, mas não podemos ficar por aqui. Para além do que ainda falta fazer em termos ambientais, aqui fica o desafio, quer ao Governo da República, quer à parte norte-americana, para a divulgação pública da documentação sobre este assunto, bem como a realização de uma ou várias sessões públicas destinadas a esclarecer e informar os Açorianos, em geral, e os terceirenses, em particular, sobre este assunto", sinalizou Vasco Cordeiro.

No encontro de  terça-feira, o chefe do executivo açoriano solicitou um reforço do envolvimento dos EUA na cooperação com os Açores para potenciar a atual fase de desenvolvimento económico da região, com um foco no turismo, mas também nos setores exportadores dos Açores.

O Governo português, por seu turno, elogiou hoje o “excelente relacionamento bilateral” entre Portugal e os Estados Unidos, na sequência da 40.ª reunião da Comissão Bilateral Permanente entre Portugal e os EUA.

A comissão, precisa o comunicado do executivo, foi presidida pelo embaixador Pedro Costa Pereira, diretor-geral de Política externa, e por Julie Fisher, subsecretária adjunta (‘deputy assistant secretary’) do Departamento de Estado para a Europa Ocidental e UE no Gabinete para os Assuntos europeus e euro-asiáticos.

No encontro participaram ainda o embaixador de Portugal em Washington, Domingos Fezas Vital, o embaixador dos EUA em Portugal, George Glass, além do presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.