Açoriano Oriental
Vasco Cordeiro pede negociação "ambiciosa" do próximo quadro comunitário de apoio

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, desejou esta sexta-feira o "fortalecimento" do atual ciclo económico na região, pedindo, nesse sentido, uma negociação "ambiciosa, competente e determinada" do próximo quadro comunitário de apoio.


Foto: GaCS/JAR
Autor: Lusa/AO online

"Temos bem a consciência dos desafios que estão à nossa frente, que passam, entre outros, pela criação de condições para mais emprego e melhor remunerado, e pela negociação ambiciosa, competente e determinada de um próximo quadro comunitário de apoio que satisfaça os interesses da região", defendeu o governante.

Vasco Cordeiro falava em Ponta Delgada, durante a inauguração do Complexo Industrial do grupo Finançor, que atua principalmente nos sectores agro-alimentar e do turismo.

O chefe do executivo açoriano valorizou, na sua intervenção, a "parceria entre entidades públicas e privadas" na região, que consiste no "caminho mais eficaz" para se atingir o "objetivo comum de desenvolvimento económico e social" dos Açores.

"O investimento neste novo complexo industrial é, pois, mais um bom exemplo deste caminho de confiança, parceria e resultados, o qual, não isento de dificuldades e desafios, permitiu que os Açores deixassem para trás uma crise externa sem precedentes e avançassem para um novo ciclo económico", destacou ainda.

O complexo hoje inaugurado - que engloba uma nova moagem, fábrica de bolachas e padaria/pastelaria - representa um investimento de 15 milhões de euros, e o projeto abarca ainda a modernização e ampliação da fábrica de alimentos compostos do gupo Finançor, situada no concelho de Lagoa.

Parte do investimento adveio do Competir+, o sistema de incentivos para a competitividade empresarial da região.

Também presente na sessão, o presidente da Câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, destacou os "65 anos de história, sucesso e afirmação" da Finançor na economia da região.

Dirigindo-se aos responsáveis da empresa, o autarca pediu a manutenção da "atitude de inconformismo com o alcançado", numa permanente "ambição de fazer mais e melhor".


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.