Açoriano Oriental
Um soldado argelino morreu e dois outros ficaram feridos em atentado suicida de jihadista

 Pelo menos um soldado argelino morreu este domingo e dois outros ficaram feridos num ataque suicida contra um posto de controlo na localidade de Tin Zaouatin, próximo da fronteira com o Mali, disseram à agência EFE as autoridades daquele país africano.

article.title

Foto: DANIEL KARMANN
Autor: AO Online/ Lusa

O ataque ocorreu durante a manhã de hoje quando o terrorista fez explodir o carro-bomba que conduzia.

Em comunicado, o Ministério da Defesa argelino precisou que a vítima mortal é um soldado que estava na barreira e que mandou parar o veículo suspeito.

Este é o segundo incidente armado registado na zona depois de, em 22 de novembro, a organização Estado Islâmico (EI) reivindicar a autoria de um ataque em que morreram dois jihadistas e oito soldados argelinos.

A atividade dos movimentos islâmicos radicais aumentou nos últimos anos nos países do Sahel, incluindo no vasto território no sul da Argélia, fomentado pela instabilidade na Líbia, Nigéria e Mali, onde se registam graves conflitos internos.

Esta atividade subversiva verifica-se também na fronteira com a Tunísia, um dos países de onde são originários milhares de voluntários que nos últimos anos se juntaram às organizações jihadistas espalhadas pelo mundo, como a rede Al-Qaida e o EI.

Segundo a revista especializada em temas militares Al Yeish (Exército), órgão de propaganda do Ministério da Defesa, as forças armadas argelinas mataram 32 presumíveis islâmicos radicais em 2018 e detiveram outros 157.

Outras 170 pessoas foram detidas por alegada colaboração logística com organizações jihadistas, enquanto unidades especiais do Exército localizaram centenas de depósitos ilegais de armas e outro material destinado à fabricação de explosivos, em diferentes zonas do país, especialmente nas zonas do sul, com fronteiras com o Mali, Níger e Líbia.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.