Turista faz sesta antes de tratar mordida de crocodilo


 

Lusa / AO online   Internacional   19 de Out de 2007, 18:26

Completamente embriagado, um turista australiano mordido por um crocodilo preferiu fazer uma longa sesta antes de tratar dos ferimentos, noticiava esta sexta-feira a imprensa local.
Matt Martin fazia campismo no nordeste do estado de Queensland, onde os rios são muito frequentados por crocodilos.

Depois de ingerir uma boa dúzia de cervejas, mergulhou na ribeira de Cow Bay e caiu directamente sobre o dorso de um crocodilo.

Depois de breve luta com o sáurio, o campista imprudente saiu da água com vários cortes no rosto, relata o jornal The Australian.

Apesar dos ferimentos, Matt Martin, de 35 anos, voltou ao acampamento e tirou uma soneca de sete horas antes de decidir procurar um médico.

Segundo a imprensa, o campista chegou ao hospital com a cara coberta para tentar estancar o sangue dos ferimentos causados pelas mordidelas do crocodilo, tendo recebido 40 pontos de sutura.

A maior parte dos cursos de água do norte da Austrália abrigam crocodilos mas os ataques são raros, conquanto muito perigosos. No entanto, a frequência dos ataques tem aumentado nos últimos anos, por causa da protecção aos crocodilos dada pelas autoridades, devido ao receio da sua extinção.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.