Three Gorges vence privatização dos 21,35% da EDP

Three Gorges vence privatização dos 21,35% da EDP

 

Lusa/AO online   Economia   22 de Dez de 2011, 17:48

Os chineses da Three Gorges Corporation foram os escolhidos para a aquisição da participação pública de 21,35 por cento na EDP, revelou a Parpública em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobilários (CMVM).
Em comunicado ao regulador do mercado, a Parpública, empresa gestora de participações públicas, anunciou que “a referida alienação será efectuada pelo preço global de 2,69 mil milhões de euros, incorporando um prémio de 53,6 por cento em relação ao preço de mercado no dia 21 de Dezembro”, em que a eléctrica, liderada por António Mexia, fechou a valer 2,246 euros.

Pelo caminho, na fase final, ficaram o grupo alemão E.ON e as empresas brasileiras Eletrobras e Cemig.

De acordo com o comunicado, o Conselho de Ministros procedeu hoje à selecção da China Three Gorges Corporation "para efectuar a aquisição da totalidade das 780.633.782 acções representativas de 21,35 por cento do capital social da EDP, que constituem objecto da venda directa de referência relativa à 8.ª fase do processo de privatização da EDP, atendendo ao maior mérito da respectiva proposta vinculativa apresentada em 09 de Dezembro, a qual observa, em termos que satisfazem adequadamente o Governo, os critérios de selecção”.

Além do preço, a deleção do candidato avalia a quantidade de acções a que respeita a proposta vinculativa de aquisição, a salvaguarda dos interesses patrimoniais do Estado, a apresentação de um adequado projecto estratégico para a sociedade, a contribuição para a manutenção da identidade empresarial, para o reforço da capacidade económico-financeira e para a estabilidade accionista da empresa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.