Termina missão luso-espanhola para combate à pesca ilegal


 

Lusa/AO   Economia   26 de Out de 2007, 06:13

A primeira missão conjunta luso-espanhola para combate à pesca ilegal no Golfo de Cadiz e Algarve terminou quinta-feira, depois de se ter prolongado por quatro dias, revelou o Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e Pescas (MADRP).
A missão envolveu as administrações e os serviços de inspecção das pescas dos dois países ibéricos, salienta a mesma fonte, em comunicado.

    Pela parte portuguesa, para além da Direcção-Geral das Pescas e Agricultura, estiveram envolvidas a Força Aérea Portuguesa e, pela parte da Marinha, o Comando Naval, o Departamento Marítimo do Sul e a Capitania do Porto de Vila Real de Santo António.

    As operações decorreram tanto em terra como no mar.

    Enquanto o navio da Marinha Portuguesa "Afonso Cerqueira" levava a bordo uma inspectora espanhola, o patrulheiro espanhol transportava um inspector de pescas português.

    Apesar de terem sido inspeccionadas várias embarcações, todas elas tinham licença de pesca e cumpriam as normas em vigor, excepção feita a uma infracção não pesqueira.

    No final da operação, as duas partes "sublinharam a boa articulação de todos os meios envolvidos, o que abre portas è realização de novas acções de inspecção no Algarve e no Golfo de Cadiz", conclui o comunicado do MADRP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.